Andy, Andy, Andy

14 06 2009

Andy_Warhol
Não há como falar em arte sem citar Andy Warhol.
Não há como falar em rock dos anos 60 sem citar Andy Warhol.
Não há como falar em cinema sem citar Andy Warhol.
Em Agosto de 1928 nascia uma estrela, de raízes Eslováquia Andrew Warhola nasceu em Pittisburgh onde aos 17 anos entrou para universidade e conseguiu se graduar em Design, logo depois mudou-se para New York, a cidade que acontece.
Andy trabalhou para revistas como Vogue, Harper’s Bazaar e The New Yorker. Também fez anúncios publicitários e displays de lojas, esse foi apenas o início de uma carreira de sucesso no mundo das artes visuais dando inicio a sua carreira de artista plástico em 1960 Andy foi o precursor do que hoje chamamos de publicidade.
Tendo as cores gritantes e tintas acrílicas como uma de suas marcas, o artista inovou o conceito de pop art reproduzindo imagens famosas num esquema de repetição que formava um quadro com a mesma imagem em cores diferentes, não é a toa que é conhecido como ícone dessa cultura.
Além das façanhas artísticas, Andy foi também conhecido como mentor intelectual do grupo Velvet Underground e também responsável pela entrada de Nico na banda que visivelmente não era querida na mesma principalmente por Lou, prova disso é o título do primeiro disco da banda: The Velvet Underground And Nico, que traz na capa a imagem de uma banana criada pelo próprio Andy. O estilo de rock experimental que os Velvet faziam não era muito abrangente na década de 60 e por isso não fizeram muito sucesso enquanto a banda existia, diferente do que os componentes imaginavam que seria quando em 1968 ‘despediram’ Andy Warhol e a tão exuberante quanto exótica cantora de voz grave, Nico.
Mas só o campo das artes e da música não eram suficiente para o sr. Warhol que também produziu mais de 60 filmes entre 1963 e 74,tais como: L’Amour, Blue Movie, Milk, Kiss The boot, entre outros os quais eram estrelados por diversos artistas freaks e traziam o experimentalismo em seu estado mais puro, o ambiente desses artistas e o espaço em que Andy trabalhava era chamado Factory.
Andy ainda representa um mistério, uma de suas mais famosas citações faz referência ao poder de saber ficar quieto na hora certa: “As palavras enchem espaço. Prefiro encher a carteira” e assim sem sabermos se ele apenas era fruto das circuntâncias, ou se realmente tudo o que fez é fruto de uma suprema genialidade é que Warhol morreu em 1987, após ser operado por um problema na vesicula biliar.
“Sou uma pessoa profundamente superficial.” Andy Warhol

untitledn.bmp

Anúncios